Quando se é dono de um negócio, um dos pensamentos mais recorrente é sobre a concorrência:
“Será que estão a ter mais sucesso do que eu?”
“Será que me estão a roubar clientes?”
“O que posso fazer para superar os meus concorrentes?”
Mas será sempre assim?
O termo em questão é frequentemente usado em diversas áreas e com significados distintos. De um modo global, remete-nos para as ideias de competição e rivalidade, o que pode, ou não, ser visto como algo positivo.
A ideia de concorrência diz respeito à condição que existe entre dois ou mais elementos em disputa por algo, na qual apenas um, ou poucos, terão êxito na conquista do objetivo.
Ou seja, corresponde à vontade comum de aquisição de algo único por um conjunto de pessoas/empresas.
 

Concorrência na área da saúde

Na maioria das vezes encaramos a ideia da existência de concorrentes como uma dor de cabeça, mas a verdade é que pode ser um verdadeiro impulso para o crescimento do negócio!!
No entanto, na área da saúde, o panorama pode e deve ser um pouco diferente. Os clientes recorrem a diversos géneros de profissionais em busca de avaliações e opiniões que possam ir de encontro aos seus objetivos.
Quando um cliente procura os teus serviços de Nutrição, certamente terá consultado igualmente outros colegas de outras áreas!
E porquê?
Porque é seu desejo alcançar o melhor estado de saúde que a vida lhe possa proporcionar.
Enquanto profissional desta área, tens de estabelecer um compromisso de respeito em relação ao cliente e oferecer-lhe as melhores condições possíveis para que o seu objectivo seja cumprido, mesmo que isso signifique que tenhas de trabalhar em conjunto com outros colegas.
Quando nos deparamos com uma situação em que há a necessidade de colaboração entre várias áreas, é dever do Nutricionista e dos outros profissionais em questão, juntarem esforços no sentido de contribuir para o bem-estar do cliente em comum.
 

 

Concorrentes vs Parceiros

Então, o que será mais proveitoso para ti enquanto Nutricionista?
Assumir o papel de concorrente e ver os colegas como rivais ou vê-los como potenciais parceiros?
Não é difícil perceber que na maioria das ocasiões, estabelecer parcerias trará mais vantagens que desvantagens. Mas tens de ter em conta que essa parceria deve ser conduzida de modo a gerar benefícios para todas as partes e ainda deves assegurar que a sua gestão contribua para que os resultados desejados sejam de facto alcançados.
 
Há alguns passos que podes  seguir para facilitar o processo e teres a certeza que a parceria será um sucesso:

  1. Perceber se há de facto uma necessidade de colaboração com outros profissionais de diferentess áreas;
  2. Planear a parceria e definir os objectivos de forma clara;
  3. Estar em contacto permanente com os outros profissionais e estabelecer uma comunicação aberta com o cliente;
  4. Perceber quando se tem de ceder para o bem do cliente, de modo a que  alcance os objectivos de uma forma mais rápida e eficiente.
  5. Avaliar os resultados finais da parceria.

 

As parcerias são importantes para o sucesso do teu negócio!

Certamente que já ouviste a expressão “Juntos somos mais fortes”.
Pois, apesar de clichê, é uma verdade que se aplica perfeitamente a esta situação e ajuda-nos a entender melhor a mais-valia das parcerias para o triunfo do negócio.
O segredo do êxito está na construção de redes de recursos e elos fortes de ligação. Deste modo, a oportunidade de estabelecer parcerias pode não só ajudar a sustentar o teu negócio no sector da Nutrição, como pode até ajudá-lo a prosperar!!!!
 
E tu, Nutri, já tinhas pensado sobre este tema da “concorrência”?
Lembra-te que podes sempre contar comigo,  nesta jornada de sucesso!
Vejo-te em breve e boas reflexões!
 
Joana Carvalho Costa