O mundo atual da Nutrição é completamente diferente do que era há dez anos atrás.
Os tempos mudaram e as necessidades dos nossos clientes também.
Antigamente toda a gente procurava o “milagre anti-gordura” e o Nutricionista tinha apenas um único papel: o de ajudar na mudança alimentar do paciente de forma a que este perdesse peso e se sentisse bem consigo mesmo.
Hoje em dia não é bem assim, os utentes são muito mais exigentes e nós temos de nos adaptar a isso.
Hoje não interessa só que o cliente perca peso mas também, que o consigamos ajudar a ultrapassar outros obstáculos, muitas vezes emocionais…
A mudança alimentar é um processo comportamental e aqui entra o Coaching.
É cada vez mais frequente o investimento noutras abordagens para complementar a nossa profissão.
Existem cada vez mais colegas que usam abordagens holísticas e fora do convencional. Por essa razão, não deves ficar para trás!
Vou-te explicar dois motivos pelos quais o Coaching deve ser incluído nas tuas consultas de Nutrição.
 

A mudança alimentar é sobretudo comportamental!

A mudança de um plano alimentar exige uma mudança de comportamento do teu paciente.
E se ele não estiver comprometido com isso, o processo de emagrecimento pode não resultar.
Para além de seres Nutricionista, podes sim desempenhar o papel de Coach.
Ser Coach não é mais do que ajudares o cliente a transformar o seu comportamento para atingir o sucesso. E esse comportamento vai ser transformado com consciência, reflexão e motivação.
Esta metodologia aborda estes conceitos e ajuda o cliente a analisar os seus comportamentos, a ter maior auto-controlo nos seus pensamentos e a perceber o porquê de agir de determinado modo.
No fundo, vais trabalhar com o teu cliente técnicas de auto-conhecimento para que ele consiga ter maior Sucesso no seu processo de emagrecimento.
 

 
Se conseguires trabalhar a tua consulta com este objetivo vais empreender e fazer diferente.
 

 Com esta abordagem associada à tua consulta de Nutrição conseguirás ainda saber… 

 

  • 1. Quais são as motivações dos teus clientes;
  • 2. O que faz os teus clientes desistirem do processo de mudança;
  • 3. O que é que pode motivar o teu cliente quando está mais desmotivado.

 
A resposta a estas questões é o teu cliente que as vai descobrir através da metodologia de  Coaching, da análise que faz de si mesmo e dos seus comportamentos.
No momento em que estas questões estiverem respondidas e resolvidas, os teus pacientes vão conseguir levar a cabo todo o trabalho para atingirem o sucesso. E consequentemente tu também serás reconhecida por isso!!
Não te esqueças disto: tens o PODER de mudar comportamentos.
Engloba estas abordagens nas tuas consultas e terás resultados completamente diferentes. Não faças a consulta “chapa 5” de que toda a gente está à espera.
Tens de arriscar, investir, inovar e empreender. Só assim conseguirás destacar-te num mercado altamente competitivo. Não queiras ficar para trás!
Boas consultas!
Joana Carvalho Costa